DMRI ou Degeneração Macular Relacionada à Idade é uma doença degenerativa que envolve a parte mais central da retina humana, responsável pela nossa visão de nitidez e chamada de mácula. Trata-se de uma doença geneticamente determinada e que afeta, principalmente, as pessoas de pele clara e com idade superior aos 50 anos.

Existem duas formas da doença, sendo uma mais prevalente e menos grave, chamada de DMRI seca; e a outra é mais severa, porém menos frequente chamada de DMRI exsudativa (hemorrágica). O início da doença e sua gravidade sofrem grande influência da exposição ao sol, tabagismo, hábitos nutricionais e associação com doenças metabólicas e circulatórias como o diabetes e a hipertensão arterial.

A preocupação com a DMRI deve ser considerada cada vez mais importante na medida em que a população apresenta uma expectativa de vida cada vez maior. Isso faz com que a doença afete mais pessoas em idade ainda bastante produtiva. As mudanças da nossa pirâmide populacional farão com que encontremos cada vez mais doentes afetados em nosso meio. Estima-se que, no Brasil, cerca de cem mil novos casos de DMRI se desenvolvam a cada ano, sendo a maior causa de cegueira após os 60 anos.

Tipos

DMRI seca

Na DMRI seca, há um acúmulo de proteínas e gorduras conhecidas como drusas. Elas se colocam na camada celular da mácula, provocando sua degeneração. Elas podem, ainda, levar ao descolamento da retina. Em 90% dos pacientes acometidos com DMRI manifesta a forma seca da doença.
Saiba mais: Você sabe proteger a saúde dos seus olhos?

A DMRI seca tem progressão lenta e dificilmente leva à perda total da visão. Normalmente, é possível preservar a visão lateral, por exemplo. Em alguns casos, a DMRI seca pode permanecer estável por muitos anos.
DMRI exsudativa

Esse é um tipo mais agressivo de DMRI. Ela progride rapidamente e precisa de intervenção adequada com agilidade, para evitar a perda da visão. A DMRI exsudativa se caracteriza pela formação de vasos sanguíneos anormais e mais fracos na retina, que podem ocasionar o vazamento de fluido, afetando a mácula, prejudicando assim a visão central.
Causas

As causas da DMRI ainda não são conhecidas. Sabe-se que com o passar da idade acontece uma degeneração que afeta diretamente a mácula, região central e mais nobre da retina, responsável pela captação de imagens centrais e detalhadas que permitem às pessoas enxergar tudo o que está a sua frente, além de possibilitar a visão de cores.
Fatores de risco

Os fatores de risco para a DMRI englobam:

  • Histórico familiar
  • Pessoas caucasianas
  • Idade, sendo que quanto mais velho maior a chance de manifestação. Ocorre geralmente depois dos 60 anos de idade
  • Obesidade
  • Dieta pobre em frutas e hortaliças
  • Tabagismo
  • Doenças circulatórias e metabólicas, como diabetes e hipertensão arterial
  • Exposição aos raios solares.


Créditos:

Vídeo: http://vejaparasempre.com.br/
Texto: minhavida.com.br

No Comment

Comments are closed.